Skip to content

Dieta da USP: Emagreça 14 Quilos em 14 Dias – Cardápio Grátis

Dieta da USP

A dieta da USP é um método que promete emagrecer 14 quilos em 14 dias, sendo uma proposta realmente tentadora, mas que também requer certo esforço e atenção.

Isto porque se trata de uma dieta restritiva e de proposta bastante ousada pois se pensarmos bem é uma conta significativa perder 1 quilo por dia.

Para quem está em busca de emagrecimento rápido e milagroso, certamente este método pode ser uma boa ideia, mas é importante avaliar todos os pontos antes, pois cada organismo é único, e a técnica não é personalizada.

O principal foco de uma dieta é a perda de peso, mas é importante lembrar que antes do corpo emagrecer ele precisa estar saudável, caso contrário, a qualidade de vida dele fica seriamente comprometida, não adiantando de nada eliminar gorduras.

Caso você esteja curioso(a) para saber se este método une estes dois pontos, não deixe de continuar conosco até o fim, pois certamente sua resposta está aqui, e possivelmente sua chance de emagrecimento também!

O que é a dieta da USP?

A primeira coisa que você deve saber sobre o método é que embora receba o nome “dieta da USP”, não existe nenhuma comprovação que tenha sido realmente desenvolvida pela Universidade de São Paulo.

Porém, isto não significa que seja algo perigoso, e existem casos certificados da eficácia do método, uma vez que muitas pessoas conseguem perder peso de forma satisfatória com ela.

De forma resumida, a dieta da USP consiste em uma alimentação à base de proteínas e gorduras, sendo bem aceita por fugir da tradicional “alimentação verde”, que foi moda por muito tempo e restringe o indivíduo ao consumo de saladas.

Embora não sejam essenciais, também são inclusas as frutas, as verduras e os legumes, porém a porção é bem menor do que se tem em outros tipos de dieta, pois a ideia é que o emagrecimento ocorra em virtude da ação das proteínas.

A dieta da USP segue uma moda recorrente de estilos alimentares com base em proteínas, uma vez que se descobriu sua eficácia para a perda de peso e garantia de força muscular.

A ideia da dieta é que se perca calorias pelo baixo consumo, de forma que o corpo é obrigado a produzir energia usando as reservas de gordura que possui, e desta forma ocorre o emagrecimento, em especial em regiões localizadas que tendem a incomodar.

Até por esta razão o consumo de carboidratos é muito baixo, pois são estes a matéria prima para a produção de energia, e sem ela o corpo precisa encontrar fontes alternativas, sendo a principal o seu estoque.

O tempo de dieta recomendado é de no mínimo 7 dias, e de no máximo 14 dias, pois menos não faz efeito, e mais tempo pode trazer graves consequências à saúde, em especial ao sistema imunológico, por ser altamente restritiva.

Como as proteínas auxiliam na perda de peso?

Como já foi dito, as proteínas são de fato as estrelas da dieta da USP e de muitas outras dietas da moda, mas pouco se sabe sobre a razão específica para isto, uma vez que vemos os resultados, mas não pensamos como eles ocorrem.

As proteínas são nutrientes muito importantes para o organismo, tendo como principal ação a construção de fibras musculares e produzem hormônios, anticorpos, enzimas e transmissores neurológicos essenciais para o funcionamento corporal.

Além disto, estas também auxiliam na reposição de energia celular, que é perdida nos processos funcionais do organismo ao longo do dia e das situações em que este se expõe.

Em relação ao emagrecimento, estas podem ajudar, pois são responsáveis por agir no metabolismo, tornando-o mais eficaz, além de provocar a contração muscular, que também é muito eficiente para a queima de calorias e consequentemente a perda de peso.

Na dieta da USP, sua principal ação é a saciedade, uma vez que este nutriente é muito rígido e exige mais dedicação do organismo para que seja quebrado, digerido e utilizado, sendo que este processo leva um tempo muito maior do que os demais.

Dessa forma, você sente menos fome ao longo do dia, uma vez que seu corpo está focado em digerir algo mais trabalhoso, e durante todo este processo você está perdendo calorias, mesmo sem fazer nada, pois estas são necessárias para que haja a quebra das proteínas.

Esta dieta também é eficaz, pois permite que o indivíduo se alimente com porções menos calóricas, uma vez que pela alta saciedade promovida pelas proteínas, não é necessário ter um prato repleto de alimentos.

Certamente incluir o aumento de proteínas na dieta da USP é uma excelente forma de perder peso, pois de fato isto é concretizado, mas os outros ingredientes não podem ficar de fora por muito tempo.

Qual o papel das gorduras para o emagrecimento?

Muitas vezes vemos uma gordura e torcemos o nariz, e isto até faz sentido, pois de fato existem aquelas prejudiciais que só servem para causar o entupimento de vasos e desconforto abdominal.

Mas, o que acontece é que é muito comum os dietéticos excluírem todos os tipos de gordura, jogando seu leite, seus queijos, azeites e óleos vegetais nobres fora, sem pensar se aquilo de fato causa o aumento de peso.

Ao emagrecer é importante não colocar tudo no mesmo pacote, pois assim como existem proteínas ruins e proteínas boas, com a gordura não é diferente, pois muitas delas podem até prevenir doenças cardiovasculares.

Em geral, as gorduras boas são aquelas que atuam no organismo, e não apenas entram agradando o paladar e se estocando para um possível uso posterior em casos de falta de componentes energéticos no organismo.

Uma das melhores fontes de gordura boa é o azeite de oliva, que previne doenças e não entope vasos, assim como os óleos vegetais, os queijos e leites magros, que podem auxiliar na saciedade e prover bons nutrientes para o organismo.

Basicamente, a função da gordura na dieta é atuar juntamente com a produção de insulina, que é a responsável por transformar a glicose consumida em energia, e quando isto não ocorre o corpo é obrigado a procurar outras fontes.

É assim que a gordura boa age, pois previne que a insulina transforme glicose em energia, e dessa forma o corpo fica sem sua principal fonte e o sistema orgânico entende aquilo como uma situação de emergência e passa a procurar em seus depósitos.

A associação da gordura com a proteína é excelente para a perda de peso, pois uma sacia e a outra inibe as fontes de energia, sendo um combo potente para a queima de calorias e gorduras localizadas.

Vantagens da dieta da USP

Este é um método radical, que veremos mais à frente que pode ter suas desvantagens, mas também traz vantagens, em especial no que se trata de eficiência, pois de fato é.

A primeira vantagem é o fato de ser um método que permite a perda de peso rápida, uma vez que em duas semanas de dieta se perde até 14 quilos, sendo quase um quilo por dia.

Isto de fato é muito interessante para quem já tentou de tudo para perder peso, mas nunca conseguiu, pois o tempo necessário de dedicação é animador, pois com a dieta da USP se tem resultados rápidos e o tempo que se deve seguir é relativamente curto.

Além disso, tem um cardápio pronto e pré-estabelecido, dessa forma é bem difícil furar a dieta, pois já se sabe o que deve comer em cada refeição, além de nenhuma delas ser realmente difícil de ser preparada.

Por falar nisso, também podemos entrar no quesito preço, pois este pode ser um dos maiores atrativos, uma vez que cada refeição compõe uma quantidade baixa de alimentos e estes são bem baratos, sendo também uma forma de emagrecer muito econômica.

Outro fator relevante é que caso a pessoa siga corretamente o processo recomendado, é comprovado que ela perderá peso, uma vez que é uma alimentação magra, baixa e que promove a queima de gorduras, então caso não haja furos, o emagrecimento é certo.

Por fim, a dieta da USP não representa riscos sérios, desde que seja seguido o que se tem como regra, uma vez que tem componentes nutricionais e seu tempo de processo é tão curto que não dá tempo para haver prejuízos, desde que não se tenha nenhuma doença que possa se complicar em virtude da alimentação.

Caso isto seja o que precisa, vale à pena seguir.

Desvantagens que podem ser vistas na dieta da USP

Assim como ocorre com todas as dietas que excluem componentes nutricionais, este método também traz desvantagens que devem ser avaliadas com muita atenção, uma vez que podem comprometer o bem estar e a saúde.

Vamos começar falando sobre a primeira desvantagem que é um pouco incômoda, que fica a critério do seu nome que é equivocado, pois nada foi comprovado sobre a autoria da Universidade de São Paulo, de forma que qualquer um pode tê-la criado.

Porém, devemos nos lembrar que existem pesquisas que comprovam que os métodos aplicados podem contribuir para o emagrecimento, então acaba não sendo algo perigoso e sim desconfortável, pois há um equívoco de autoria.

Além disso, como você verá no próximo tópico, o cardápio inclui apenas café da manhã, almoço e jantar, o que acaba indo contra aquela ideia de que devemos nos alimentar regularmente para manter uma boa saúde e o corpo não armazenar gorduras.

Mas, também é importante saber que as proteínas são mais saciáveis, então pode ser que você não sinta fome entre as principais refeições, o que torna esta desvantagem menos relevante.

Outro ponto que deve ser levado em consideração é a ausência de carboidratos, que são essenciais para diversas funções no organismo, inclusive a produção de energia, e assim a dieta pode causar o enfraquecimento e até desmaios por sua falta.

Entretanto, isto pode ocorrer ou não, sendo que os desconfortos costumam ocorrer entre os três primeiros dias e depois passam, então caso você consiga tolerá-los, pode não ser realmente um empecilho, desde que lembre-se de voltar o consumo após a dieta.

Por fim, pessoas que têm doenças que trazem complicações alimentares também não devem fazê-la, pois pode trazer riscos ao sistema imunológico e complicar casos de diabetes e hipertensão.

Cardápio da dieta da USP

O cardápio da dieta é uma das questões mais importantes, uma vez que, segui-lo corretamente fará com que o organismo de fato emagreça o tanto que se espera.

Sendo assim, é totalmente proibida a alteração de qualquer componente e até mesmo a substituição de dias e horários que cada refeição será feita, uma vez que, tudo foi pensado de forma específica para que o emagrecimento ocorra da forma desejada e planejada.

1º dia:

Café da manhã: café puro com stevia ou xilitol.

Almoço: duas unidades de ovo cozido temperado com ervas.

Jantar: porção desejada de salada de alface com pepino e tomate, temperada com salsão.

2º dia:

Café da manhã: bolacha de água e sal com café puro.

Almoço: um bife de carne vermelha e salada de frutas de sobremesa.

Jantar: fatias de presunto na quantia que desejar.

3º dia:

Café da manhã: bolachas de água e sal com café puro.

Almoço: duas torradas integrais, salada de vagem e dois ovos cozidos inteiros.

Jantar: salada de sua preferência e presunto na quantidade que desejar.

4º dia:

Café da manhã: bolacha de água e sal com café puro.

Almoço: queijo minas na quantia desejada, uma cenoura e um ovo cozido.

Jantar: iogurte natural e salada de frutas na quantidade que desejar.

5º dia:

Café da manhã: uma cenoura crua espremida com limão e café puro.

Almoço: filé de frango grelhado à vontade.

Jantar: dois ovos inteiros cozidos com cenoura.

6º dia:

Café da manhã: bolachas de água e sal e café puro.

Almoço: filés de peixe com tomate na quantidade que desejar.

Jantar: dois ovos inteiros cozidos e cenoura.

7º dia:

Café da manhã: café puro com limão.

Almoço: bife de carne vermelha a vontade e frutas de sobremesa.

Jantar: tudo é liberado, exceto doces e bebidas alcoólicas.

Você pode duplicar este cardápio e assim seguir a dieta da USP por 14 dias, de forma que terá maiores resultados, então avalie e se for o que deseja, faça sua dieta!

5/5 - (1 vote)
Compartilhar:

Gostou? Alguma dúvida? Deixe seu comentário!

comentários

Método Revolucionário Elimina Até 10kg em 27 dias!Clique Aqui!