Skip to content

Dieta Alcalina – Equilibre seu pH e Emagreça

Dieta Alcalina

Se você busca um estilo de vida saudável, a dieta alcalina pode ser de grande valia, visto que seu principal intuito é melhorar a saúde.

Esta dieta não é tão difundida por não ter como principal foco o emagrecimento, sendo que este nem é um ponto pretendido por ela.

Sendo assim, é realmente para quem prioriza um organismo saudável, antes de necessariamente tê-lo de acordo com o que se considera ideal na balança.

Se esta é a sua intenção, saiba que acessou o artigo correto, visto que separamos um material completo para te ajudar a aderir a este estilo alimentar.

Continue até o final, pois em meio a estas palavras temos dicas valiosas para que você mude de uma vez sua forma de comer, melhorando sua qualidade de vida!

O que é a dieta alcalina?

Dentre os alimentos, existem aqueles que fazem parte do grupo de alimentos ácidos e outros que são classificados como alcalinos.

Só pela divisão já é possível saber o que é cada um, mas caso você não tenha entendido fique tranquilo que vamos explicar.

Os alimentos alcalinos são aqueles que não têm acidez, ou seja, estes são exatamente o contrário dos alimentos ácidos.

A dieta alcalina consiste no consumo de alimentos alcalinos, desta forma busca-se reduzir a acidez no organismo, melhorando o funcionamento do organismo dos adeptos.

Nosso corpo tem um pH, que é uma escala que mede o quão alcalino ou ácido é um alimento ou uma substância, e o do corpo humano fica entre 7,3 e 7,45.

Esta escala vai de 0 a 14, sendo que 0 é uma substância extremamente ácida, e 14 é uma com níveis de acidez quase insignificantes.

Existem alimentos que tem um pH muito mais ácido, como é o caso do limão, que tem o seu pH perto de 2, ou seja é muito forte.

O limão foge à regra (e mais para frente explicaremos o motivo), mas alimentos com pH muito ácido podem causar complicações no organismo, em especial na parte de deglutição e também no estômago.

Muitas doenças, como gastrite e úlceras são causadas também por isso, pois os revestimentos da parte interna do nosso corpo são muito delicados, e coisas extremamente ácidas, assim como as picantes, podem feri-los.

A ideia da dieta alcalina é evitar que estes prejuízos ao corpo ocorram, através da redução deste tipo de alimento e substâncias.

E não tem muito segredo, visto que não tem uma meta, a única coisa a levar em conta é o índice de acidez de substâncias e evitá-las.

Quais prejuízos os ácidos causam ao organismo?

Quais prejuízos os ácidos causam ao organismoTalvez você nunca tenha parado para pensar nos prejuízos que as substâncias ácidas podem causar ao nosso organismo, visto que elas são comuns em nossa alimentação.

Mas, vamos partir do princípio da ação comum dos ácidos, e é possível ver como podem fazer mal, pois estes queimam e deterioram objetos.

Claro que os ácidos que consumimos não são tão fortes, mas lembre-se também que o organismo humano é algo extremamente delicado.

As estruturas, órgãos e revestimentos do corpo são bem finos e qualquer coisa mais abrasiva pode feri-los e até mesmo prejudicar sua integridade.

Uma maneira simples para que você entenda é usando uma situação rotineira, que é quando tomamos um suco de limão bem azedo e no dia seguinte nossos lábios ressecam e aparecem feridas na boca e na gengiva.

Mais ou menos é isto que acontece com o nosso organismo interno quando os índices de ácidos estão acima do que deveriam.

Outro exemplo desta ação são as aftas, que são aquelas feridinhas incômodas na língua, que aparecem quando o pH do nosso organismo está mais ácido que o esperado.

Mas, além destas, os ácidos também podem prejudicar nossos ossos, visto que níveis exacerbados de ácidos podem deteriorá-los e desgastá-los.

Estes são os prejuízos mais relevantes, mas existem outros.

Quais os benefícios da dieta alcalina?

Por entender os prejuízos que o consumo exagerado de substâncias ácidas nos causa, já é possível entender os benefícios que a dieta alcalina pode trazer.

Basicamente, a dieta alcalina previne todos os danos que os ácidos podem causar, sendo assim, com ela você reduz as chances de feridas internas e também de desgastes em ossos e órgãos.

Além disso, os alimentos alcalinos providenciam uma alimentação mais leve, desta forma o funcionamento do seu organismo é muito melhor.

Se você é daqueles que privilegia uma pele bonita, gostará de saber que a dieta alcalina também ajuda na renovação celular, e previne a morte das células.

Quando nosso corpo entra em contato com uma substância muito ácida, aquilo queima as células, e para evitar que isto ocorra o corpo passa a dispensar mais água para prevenir a morte delas.

Para entender este fenômeno, sugerimos que ao consumir algo azedo você note como sua boca passará a produzir muito mais saliva que o comum.

Isto acaba prejudicando a hidratação do corpo, e a principal afetada é a pele, então se você quer manter a sua bonita, a dieta alcalina pode te ajudar.

Outros benefícios observados são: melhora do sistema imunológico, prevenção da retenção de líquidos e melhora da alimentação.

O último ponto é bem interessante, visto que devemos lembrar que a dieta alcalina inibe o consumo de acidez, e muitos alimentos industrializados e gordurosos são ácidos.

Para encontrar alimentos com o mínimo de acidez possível, devemos investir nos mais naturais e leves possíveis, desta forma a alimentação passa a ser muito mais saudável e beneficia o corpo.

A dieta alcalina pode me ajudar a emagrecer?

A dieta alcalina pode me ajudar a emagrecerEsta pergunta pode ser respondida com facilidade, visto que já demos uma boa ideia no tópico anterior de como isto funciona.

Como já foi dito, na dieta alcalina, alimentos industrializados, gordurosos, salgados ou doces demais não são indicados, visto que não fazem o efeito esperado.

É possível concordar que quando não consumimos estes grupos de alimentos perdemos peso com mais facilidade.

Além disso, uma alimentação mais leve é muito eficiente para perder peso, visto que o organismo aproveita muito do que é ingerido.

Por isso, respondendo à pergunta: sim, ao fazer a dieta alcalina você pode emagrecer, mesmo que não seja este o intuito dela.

Alimentos contraindicados para a dieta alcalina

Depois de termos falado tudo sobre a dieta, lhe apresentaremos 10 alimentos que são inadequados para o propósito.

  1. Carne de porco

A carne de porco é muito consumida, e não aparenta ser ácida, mas a grande questão está em seu pH, que fica em torno de 2 e 2,5, sendo muito ácido.

  1. Cacau

O cacau é um alimento natural que tem seus benefícios, mas certamente ser alcalino não é um deles, visto que seu pH é de 2 a 2,5, sendo assim deve ser evitado na dieta alcalina.

  1. Farinha de trigo

O trigo em si tem o pH ácido de nível 3, mas quando ele é processado e se torna farinha fica ainda mais ácido, em torno de 1 a 1,5, o que é altamente agressivo ao organismo.

  1. Baunilha

A baunilha é uma especiaria doce, que nunca imaginamos que poderia aumentar os índices de ácido no organismo, mas saiba que seu pH fica em torno de 3.

  1. Amendoim

O amendoim é um aperitivo muito agradável, mas para quem pretende fazer a dieta alcalina ele se torna prejudicial, pois seu pH está no nível 3 da escala.

  1. Feijão branco

O feijão branco faz muito bem para a saúde, mas é outro que também vai contra os princípios da dieta, tendo pH em nível 3 na escala.

  1. Sorvete

O sorvete é uma sobremesa amada por muitos, mas é repleto de açúcar e este causa um aumento na acidez do organismo, por ter nível 1 na escala.

  1. Leite de vaca

O leite de vaca é outro alimento muito comum que você precisará evitar, pois tem seu pH na posição 3 da escala.

  1. Vinagre branco

Este tradicional tempero para saladas também não é recomendado para seguidores da dieta alcalina, visto que seu pH é 1, que é extremamente ácido.

  1. Cereais matinais

Mesmo os mais saudáveis, também são ácidos, uma vez que estão no nível 2 da escala de pH, então, busque escolher outras opções para o seu café da manhã.

  1. Café

O café é uma bebida forte, tendo muita influência nas possíveis feridas que aparecem no organismo, e a razão disso é que tem nível de acidez 1.

  1. Bebidas alcoólicas

Neste caso o problema é o álcool, que torna a bebida muito ácida, e por isso pode causar grandes prejuízos por também estar no nível 1 da escala.

  1. Adoçante artificial

Os adoçantes usados por quem não consome açúcar também são contraindicados, isto porque têm nível 1 na tabela, o que é extremamente alto.

  1. Frituras

Embora pareça óbvio, não há problema em reforçar que as frituras fazem mal, e isto é explicado pelo nível 1 na escala de acidez e alcalinidade.

  1. Goiaba

Dentre as frutas, a goiaba é uma das poucas proibidas, uma vez que tem nível 4, que é mais perto do neutro mas ainda não é.

Alimentos liberados para a dieta alcalina

Alimentos liberados para a dieta alcalinaAgora que conhece os alimentos proibidos, diremos quais são os possíveis substitutos, assim não passará nenhuma vontade.

  1. Verduras

Quase todas as verduras são liberadas neste método, por estarem entre o nível 6 e 8, sendo assim ficam entre o neutro e o alcalino, o que é excelente.

  1. Cebola

A cebola é tida como um alimento forte mas saiba que é alcalino, por isso pode consumir a vontade, pois seu nível é 8 na escala.

  1. Limão

Embora seja muito ácido no paladar, o limão não causa efeitos negativos no organismo, pois tem nível 7 de pH, sendo neutro.

  1. Caqui

O caqui é uma fruta bem doce e saborosa, sendo assim é uma excelente sobremesa, e o melhor de tudo é que é alcalino, por ter nível 8.

  1. Bicarbonato de sódio

Para quem pretende melhorar a acidez do organismo, o bicarbonato de sódio pode ajudar, pois tem nível 8, sendo alcalino.

  1. Sal marinho

O sal marinho não é proibido na dieta alcalina, mas tome cuidado pois pode causar problemas de hipertensão, porém tem nível 7, sendo neutro.

  1. Abacate

O abacate é outro alimento neutro, por ter nível 7, sendo matéria prima para diversos pratos, sendo assim você terá um cardápio bem diverso.

  1. Stevia

A stevia é um adoçante natural neutro, então para adoçar suas bebidas e sobremesas pode usá-la sem problema, pois tem nível 7.

  1. Algas marinhas

Se você gosta de comidas orientais, pode consumi-las sem problema, pois a alga marinha presente é alcalina, por ter nível 8.

  1. Saquê

Se você deseja ter alguma opção de bebida alcoólica, o saquê é permitido, por ter nível 7, sendo neutro.

  1. Melancia

A melancia é outra fruta neutra que pode te ajudar nos momentos de vontade de comer algo doce, pois tem nível 7 também.

  1. Tomate

Se você gosta de tomate, fique alegre, pois ele está liberado na dieta alcalina, pois também é um alimento neutro, mas tome cuidado com os condimentos.

  1. Gengibre

O gengibre é um alimento muito usado em dietas para emagrecer, e nesta também ajudará, pois é neutro e está liberado.

  1. Semente de abóbora

As sementes de abóbora são muito usadas em lanches, pois são rápidas e simples de consumir, e neste método você poderá tê-las como aliadas, pois são alcalinas com nível 8.

  1. Espinafre

O espinafre é muito bem aceito, pois é alcalino em nível 8, te ajudando a reduzir os níveis de acidez de seu organismo.

Estas são as sugestões para a dieta alcalina, aproveite-as e comece a sua, pois certamente notará uma boa diferença, e assim terá um corpo mais saudável e disposto!

5/5 - (1 vote)
Compartilhar:

Gostou? Alguma dúvida? Deixe seu comentário!

comentários

Método Revolucionário Elimina Até 10kg em 27 dias!Clique Aqui!